Eventos

CÍCERO MAGALHÃES É ELEITO PRESIDENTE MUNICIPAL DO PT COM 60% DOS VOTOS.


Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O deputado estadual, Cícero Magalhães, foi eleito presidente municipal do PT com 1.300 votos, o que corresponde a 60% do total de eleitores que compareceram às urnas. Ele derrotou o atual presidente, o ex-vereador Gilberto Paixão, que concorria à reeleição.
A vitória de Cícero Magalhães mostra a força do grupo político formado por ele e o vereador Dudu no PT de Teresina. Dudu disputava o diretório estadual contra o deputado federal e atual presidente, Assis Carvalho, mas foi derrotado. Em Teresina, ele apoiava o nome de Magalhães e obteve a vitória.

O grupo liderado pelos dois parlamentares articulou a filiação de 2,5 mil pessoas em Teresina. O diretório municipal tentou barrar as filiações, mas a Executiva Nacional autorizou que essas pessoas votassem. Com isso, Magalhães conseguiu a maioria dos votos. 

Do outro lado, Assis Carvalho mostrou a força que possui nos diretórios do interior. Nos diretórios do interior, Assis obteve mais de 60% dos diretórios e elegeu o maior número de delegados que devem votar no congresso de outubro que irá eleger o presidente estadual. 
“Eu agradeço o apoio do vereador do Dudu e do companheiro Deolindo que estiveram conosco nessa luta. Tentaram impedir o voto dos filiados, mas não tiveram sucesso. Para se ter uma ideia, das 2.300 pessoas que votaram em Teresina, tivemos 1.389 votos. O lado de lá só teve 918”, afirmou Cícero Magalhães.
O deputado eleito presidente afirma que agora vai trabalhar para fortalecer o partido internamente para as eleições de 2020. Cícero afirma que o partido vai discutir a tese da candidatura própria.

O grupo liderado pelos dois parlamentares articulou a filiação de 2,5 mil pessoas em Teresina. O diretório municipal tentou barrar as filiações, mas a Executiva Nacional autorizou que essas pessoas votassem. Com isso, Magalhães conseguiu a maioria dos votos. 
Do outro lado, Assis Carvalho mostrou a força que possui nos diretórios do interior. Nos diretórios do interior, Assis obteve mais de 60% dos diretórios e elegeu o maior número de delegados que devem votar no congresso de outubro que irá eleger o presidente estadual. 
“Eu agradeço o apoio do vereador do Dudu e do companheiro Deolindo que estiveram conosco nessa luta. Tentaram impedir o voto dos filiados, mas não tiveram sucesso. Para se ter uma ideia, das 2.300 pessoas que votaram em Teresina, tivemos 1.389 votos. O lado de lá só teve 918”, afirmou Cícero Magalhães.
O deputado eleito presidente afirma que agora vai trabalhar para fortalecer o partido internamente para as eleições de 2020. Cícero afirma que o partido vai discutir a tese da candidatura própria.
O grupo liderado pelos dois parlamentares articulou a filiação de 2,5 mil pessoas em Teresina. O diretório municipal tentou barrar as filiações, mas a Executiva Nacional autorizou que essas pessoas votassem. Com isso, Magalhães conseguiu a maioria dos votos. 

Do outro lado, Assis Carvalho mostrou a força que possui nos diretórios do interior. Nos diretórios do interior, Assis obteve mais de 60% dos diretórios e elegeu o maior número de delegados que devem votar no congresso de outubro que irá eleger o presidente estadual. 
“Eu agradeço o apoio do vereador do Dudu e do companheiro Deolindo que estiveram conosco nessa luta. Tentaram impedir o voto dos filiados, mas não tiveram sucesso. Para se ter uma ideia, das 2.300 pessoas que votaram em Teresina, tivemos 1.389 votos. O lado de lá só teve 918”, afirmou Cícero Magalhães.
“O PT deve ter no mínimo 35 candidatos a vereador. Se for o desejo da maioria, o partido terá candidatura própria sim”, afirmou. 
Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

 

 

 

 



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.