Eventos

TINO MARCOS PERDERÁ ALTO SALÁRIO, MAS SEGUIRÁ NA GLOBO COMO FREELANCER


Segundo o colunista Léo Dias, do UOL, Tino passará a receber pelos trabalhos que fizer e não entrará na escala de plantão.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) 
Em julho, o repórter Tino Marcos, 57, anunciou que se afastaria de suas funções na Globo. Alegando cansaço, o jornalista ficará seis meses longe da TV, pelos quais não receberá remuneração, retornando à emissora em janeiro. Quanto a isso nada mudou, porém seu contrato de trabalho foi modificado: ele passará a ser um freelancer com algumas regalias. 
Segundo o colunista Léo Dias, do UOL, Tino passará a receber pelos trabalhos que fizer e não entrará na escala de plantão e sequer prestará expediente na redação. Antes da mudança, o jornalista trabalhava no esquema CLT e, especula-se, ganhava entre R$ 130 mil e R$ 150 mil mensais. Ele continuará recebendo alguns benefícios, como plano de saúde, por exemplo. 

A medida teria atingido outros repórteres na mesma situação, que ganham acima de R$ 100 mil ao mês, como é o caso de Marcos Uchôa, 61. Ele cobriu eventos importantes, como a guerra do Iraque, a Copa do Mundo de 2002 e a viagem do astronauta brasileiro Marcos Pontes. Já Tino cobriu sete Copas do Mundo.

 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.