Eventos

"ACHAVA QUE ERA LEVE", AFIRMA EMPRESÁRIO INTUBADO POR 21 DIAS EM UTI


Após cinco dias de sintomas leves em casa, foi ao hospital com o novo coronavírus em fase avançada.

fonte - UOL

Quando acordou da sedação após 21 dias intubado, o empresário e advogado Geraldo Alves dos Santos Júnior, 54, encontrou um mundo novo. Ao dar entrada na emergência da Santa Casa de Maceió, no dia 24 de março, apresentava cansaço, febre e dor de cabeça. Após cinco dias de sintomas leves em casa, foi ao hospital com o novo coronavírus em fase avançada — o que obrigou os médicos a o levarem para a UTI (unidade de terapia intensiva) imediatamente.

"Achava que era um vírus que as pessoas, de uma maneira ou de outra, iam ter, mas achava que era algo leve", confessa ele, que segue internado, mas em apartamento tratando as sequelas da doença. "Foram 26 dias deitado. Isso deixa você meio atrofiado."


Geraldo foi o primeiro caso grave recebido pela Santa Casa de covid-19. Ali, a doença ainda dava passos iniciais no país e não tinha causado nenhuma morte no estado.

 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.