Eventos

CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS SOBEM PARA 75 NO PI, DIZ SESAPI.


O número de casos confirmados de coronavírus aumentou para _ no Piauí, de acordo com um novo boletim epidemiológico divulgado na noite desta terça-feira (14/04) pela Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi). O Estado possui casos -descartados, suspeitos e mortes.
No país, segundo o Ministério da Saúde, o número de mortes subiu para 1.532, com 25.262 casos oficiais. Este é o maior número de mortes confirmadas pelo Ministério da Saúde em um período de 24 horas. O recorde anterior no Brasil era de 141 mortes. Até ontem, eram 1.328 óbitos. Este é o maior número de mortes confirmadas pelo Ministério da Saúde em um período de 24 horas. O recorde anterior no Brasil era de 141 mortes. No total, as mortes relacionadas ao vírus em cada estado são: Acre (3); Alagoas (4), Amapá (6); Amazonas (90); Bahia (22); Ceará (107); Distrito Federal (17); Espírito Santo (17); Goiás (15); Maranhão (32); Mato Grosso (4); Mato Grosso do Sul (4); Minas Gerais (27); Pará (19); Paraná (36); Paraíba (16); Pernambuco (115); Piauí (8); Rio Grande do Norte (18); Rio Grande do Sul (18); Rio de Janeiro (224); Rondônia (2); Roraima (3); Santa Catarina (26); São Paulo (695); Sergipe (4). O único estado que segue sem registrar nenhuma morte é Tocantins.  
Sesapi distribui testes
O secretário estadual de saúde, Florentino Neto informou na tarde desta terça-feira (14/04), atráves de um vídeo, que a secretária está enviando mais de 7 mil testes rápidos para detectar o novo coronavírus e equipamentos de proteção individual - EPIs para os profissionais da saúde de 224 municípios do Piauí. Segundo o secretário, com a distribuição dos testes, cada município poderá realizar os exames na própria cidade. Índice de isolamento no Piauí A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) alerta à população para que aumente o isolamento social como forma de reduzir a contaminação pelo novo coronavírus, o Sars-Covs-2. O estado tem alcançado um índice de isolamento (pessoas em casa) de 60%, quando o ideal considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de pelo menos 70%. O diretor do Instituto de Doenças Tropicais Nathan Portela e integrante do Comitê de Organização Emergencial (COE), médico infectologista José Noronha, explica que quanto mais as pessoas ficarem em casa, menos pessoas irão contrair o vírus, evitando a sobrecarga no sistema de saúde. “O Estado quer garantir que haja leitos para todos os que precisarem. E isso só será possível se muitas pessoas não adoecerem ao mesmo tempo. Na Itália e na Espanha, isso está acontecendo e a quantidade de óbitos está sendo muito grande”, afirma Noronha. Equilíbrio fiscal O governador Wellington Dias decidiu nesta terça-feira (14/04), por uma série de medidas para garantir o equilíbrio fiscal do Estado do Piauí, durante o período de calamidade público devido a pandemia da Covid-19. As medidas fazem parte de um Plano de Contingenciamento de Gastos na Administração Direta e Indireta Estadual. Entre as decisões anunciadas, consta a redução em 15% em seu salário, além dos de secretários e superintendentes do Poder Executivo Estadual, enquanto durar o estado de calamidade pública no Estado. O intuito é economizar até R$ 200 milhões. “O objetivo é garantir o equilíbrio fiscal nas contas do Piauí, voltadas em três direções, a redução da folha de pagamento, redução de despesas em cargos e salários, bem como com materiais e transportes, com exceção dos servidores que estão trabalhando na linha de frente: das áreas da Saúde, Segurança e Assistência Social. O Piauí já registra queda nas receitas e aumento nas despesas e esse contingenciamento implicará em uma economia de quase R$ 200 milhões”, afirmou Wellington Dias. Coronavírus no mundo Os Estados Unidos contabilizaram 1.509 mortes em decorrência do coronavírus apenas ontem. O país já soma mais de 592.743 casos e 24 mil mortos, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. Já na Itália foram 602 mortes hoje, ante alta de 566 no dia anterior, marcando um segundo aumento diário consecutivo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.