Eventos

EX-MARIDO FINGIU SER ENTREGADOR PARA ENTRAR EM APARTAMENTO E MATAR MÉDICA EM TERESINA.

Kelson de Alencar morreu em acidente de trânsito momentos depois de matar a ex-mulher com 18 facadas.
FONTE - PORTAL PIAUÍ HOJE
Kelson de Alencar Andrade, principal suspeito de ter assassinado a médica Caroline NaianeFoto: Reprodução
Em entrevista a uma rede de TV local, a delegada de feminicídio Luana Alves, que investiga a morte da médica piauiense Caroline Naiane Brito Barbosa, de 33 anos, informou que o ex-marido da vítima se passou por entregador para ter acesso ao apartamento da ex-mulher. Kelson de Alencar Andrade é o principal suspeito pelo assassinato ocorrido por volta das 18h30 do último sábado (11) no condomínio Colinas do Poty, localizado no bairro Primavera, zona Norte de Teresina.
"O ex-companheiro entrou no apartamento dizendo que era um delivery, ela disse que não tinha pedido delivery e a porta do apartamento da vítima foi arrombada, ele entrou, desferiu por volta de 18 facadas no corpo da vítima. O instrumento do crime era um faca que pertencia à própria vítima, a faca foi encontrada no local", disse a delegada.
No momento do crime, o atual namorado de Caroline estava no apartamento, porém no banheiro e não chegou a presenciar o crime.
"O atual namorado dela estava no apartamento, não presenciou. Ele disse que estava no banheiro e que escutou o grito da vítima, quando ele saiu do banheiro e foi até a cozinha só viu o corpo da vítima ensanguentado", afirmou Luana. Caroline e o atual haviam iniciado um relacionamento sério a cerca de um mês.
A filha do casal, de apenas cinco anos, presenciou tudo. Após o crime, Kelson a levou para o apartamento da mãe de Caroline, que fica no mesmo condomínio. A roupa da criança tinha marcas de sangue. 
"A criança foi deixada pelo agressor no apartamento da mãe da vítima e a criança estava com algumas manchas de sangue, mas não tinha nenhuma lesão", relatou a investigadora.
Kelson era natural de Água Branca, município a 108 quilômetros de Teresina.  Ele golpeou Caroline com facadas nas regiões dos seios, pescoço e quadril. Após fugir da cena do crime, o homem morreu ao colidir o próprio carro contra um veículo de carga na BR-316, ainda em Teresina. Com o acidente, o carro do suspeito explodiu e pegou fogo. O corpo de Kelson foi carbonizado, entretanto, o Instituto de Criminalística fará teste para confirmar se o corpo queimado é mesmo o de Kelson.
 "Não podemos dizer que o suposto autor do feminicídio esteja dentro do carro, provavelmente sim, mas estamos averiguando, a constatação vai ser feita com a apreensão do material biológico do corpo que está no veículo para fazer um exame de DNA", finalizou a delegada.






Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.