Eventos

INFECTOLOGISTA ALERTA PARA FUNERAIS DURANTE PERÍODO DE PANDEMIA


 Caroline Oliveira
redacao@cidadeverde.com
O diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela, o infectologista José Noronha, que também é porta-voz do Comitê Estadual de Enfrentamento da Covid-19, alertou para os cuidados necessários com pacientes que morrem neste período de pandemia. 
Segundo ele, o manejo do cadáveres devem respeitar as notas técnicas do governo do Estado e da Divisa, que vale tanto para os profissionais de saúde quanto para os funcionários de funerárias. 
"Temos a nota técnica publicada no Diário Oficial 0342 e tem a nota técnica da Divisa 003/2020 que falam sobre o manejo desses corpos. é importante lembrar que eles devem ser devidamente acondicionados", destaca. 
Sobre velório e enterro, Dr. Noronha lembra que devem ser respeitadas as medidas de distanciamento e isolamento e com o menor número de pessoas possível para evitar aglomeração. 
 "O velório deve ser no máximo com oito pessoas, enterro com no máximo dez pessoas é importante que os  ambientes tenham pia e sabonete para a higienização das mãos ou álcool em gel, pessoas doentes não devem comparecer a funerais e velórios e grupos de risco não devem comparecer", afirma.
Pico da doença
Sobre o pico da doença, José Noronha, informou que apesar do Piauí está com 102 casos e oito mortes, até esta sexta-feira(17), a maior a incidência 
"Não chegamos na incidência, no maior número de casos confirmados, por isso nesse momento, mais do que em todos os outros, devem ser respeitadas as medidas de isolamento social e acima de tudo, tendo a etiqueta respiratória e higienizando as mãos", ressalta. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.