Eventos

VÍDEO: MÉDICO DE UTI FAZ ALERTA E DIZ QUE PIOR CENÁRIO É NÃO CONSEGUIR ATENDER A TODOS.

FONTE - PORTAL CIDADE VERDE
O médico intensivista Jurandir Júnior aponta que um aumento expressivo no número de casos graves de Covid-19 seria o pior cenário a ser enfrentado pelos profissionais de saúde durante a pandemia.
“Diante de todas essas dificuldades, pior cenário seria se não tivesse um serviço de saúde capaz de atender toda a demanda que está por vir”, assinala. 
Jurandir Júnior atua na terapia intensiva de hospitais de Teresina. As equipes de UTI trabalham na linha de frente com pacientes em estado de complicações respiratórias.
Ele ressalta as dificuldades dos profissionais da saúde pública em trabalhar com escassez de equipamentos de proteção individual e ausência de testes para pacientes e trabalhadores da saúde. E também reconhece que há um empenho do poder público  em organizar e estruturar a maior quantidade de leito possível. 
“A gente só pede que isso seja feito de forma célere para que o inimigo não possa nos pegar de surpresa”, disse o médico.

Leitos já são reservados

As autoridades públicas já iniciam a instalação de hospitais de campanha em Teresina, um no Centro Técnico de Badminton e outro no Verdão
A preocupação é não faltar leitos para os pacientes com o coronavírus, a possível falta de EPIs (Equipamento de Proteção Individual) nos hospitais e a subnotificação da doença, devido a falta de kits para os exames. A Secretaria de Saúde já realizou mais de 400 testes, cerca de 250 estão na lista de espera para resultados.  

 A Fundação Municipal de Saúde (FMS) definiu os hospitais que serão utilizados pela rede pública de Teresina (PI) para tratamento de pacientes com Covid-19Quase 400 leitos estão previstos - somados os hospitais de campanha que poderão servir para internação de infectados pelo novo coronavírus.

Número de casos

De acordo com o último boletim epidemiológico, agora são 19 pessoas infectadas no Piauí, sendo que quatro delas faleceram. Os óbitos são de pacientes de Teresina (2), Parnaíba (1) e São José do Divino (1).
Os números, divulgados no final da tarde desta quarta-feira (1º), também abordam que os casos suspeitos em todo o estado. São 256 pacientes que aguardam resultados de exames - ontem eram 254. 

 

 



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.