Eventos

HOMEM DECEPA MÃO DE EX-COMPANHEIRA E DO IRMÃO APÓS DESENTENDIMENTO

Foto: Reprodução/Prefeitura de Curimatá

Um homem, identificado apenas como Ademilton, utilizou um facão para decepar uma das mãos da ex-companheira, após ter feito o mesmo com o próprio irmão. O crime bárbaro foi registrado na tarde desta terça-feira (21) e chocou os moradores de Curimatá, município localizado no extremo sul do Piauí.

De acordo com informações da Polícia Militar, o homem chegou na casa do irmão no início da tarde e, após um desentendimento, decepou uma das mãos da primeira vítima. Minutos depois, Ademilton foi até a casa da ex-companheira e também decepou uma das mãos da jovem. 

O delegado Marcelo Leal, titular da Gerência de Polícia do Interior (GPI), conta a que o suspeito havia chegado do estado do Mato Grosso após ter conhecimento que o irmão estaria mantendo um relacionamento amoroso com sua ex-esposa. 

"Ele cortou um dos pulsos do irmão e depois foi para a casa da ex-companheira onde a dominou e cortou um dos pulsos. A mão dela foi encontrada e também enviada ao hospital juntamente com as duas vítimas. A mão dele não foi encontrada", explica o delegado. 

As vítimas foram atendidas por uma ambulância do SAMU e encaminhadas para atendimento no Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano. De acordo com a Polícia, os dois estavam conscientes, apesar da gravidade dos ferimentos.

Após cometer o crime, o homem roubou uma motocicleta e fugiu para a zona rural do município.  "Ele saiu do local da moto dele, deixou a moto dele em casa, tomou outra moto de assalto e se deslocou para a zona rural.Depois ele abandonou essa moto roubada e fugiu caminhando para dentro do mato. A Polícia segue fazendo buscas na região para tentar localizá-lo", relatou o capitão Gomes, comandante da 2ª Companhia do 7º Batalhão da Polícia Militar, localizado em Curimatá.

"Foi um crime que chocou muito a população de Curimatá pela crueldade e frieza com que foi praticado", ressaltou o capitão Gomes.

 O suspeito deve responder por lesão corporal grave. 

 

Natanael Souza e Graciane Sousa
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.