Eventos

SEM RECEBER AUXÍLIO EMERGENCIAL, CASAL VIVE DRAMA PARA SOBREVIVER EM TERESINA

Um casal que mora no residencial Parque Brasil II, em Teresina, vive uma situação dramática para sobreviver durante a pandemia. Os dois estão desempregados e a mulher ainda enfrenta uma gravidez de risco. A saída para diminuir o sofrimento da família seria o auxílio emergencial que, mesmo aprovado, nunca caiu na conta do autônomo Junior Jefferson Rodrigues.
“Tem muita gente que pega (o auxílio) e não tem direito e por que eu não tenho direito as coisas que são minhas por direito? Ficam só jogando de uma Caixa para outra. Aí eu fico passando necessidade, minha mulher passando necessidade”, disse o jovem de 25 anos à TV Cidade Verde.
Natural do Paraná, Jefferson vive há um ano no Piauí. Sem trabalho desde o mês de janeiro e sem direito ao seguro desemprego, ele passou a sobreviver de bicos, que ficaram cada vez mais difíceis com o isolamento social.
Em sua terra natal, o jovem tinha uma vida confortável com duas fontes de renda. Veio ao Piauí em busca da felicidade, mas ao lado da esposa agora enfrenta o pior desafio da vida. A casa de taipa onde vivem pertence a sogra, que está afastada para tratamento contra o câncer. 
O crédito que ele havia conseguido no comércio do bairro para manter a alimentação perdeu-se com o auxílio. "Estou sendo até ameaçado esperando esse benefício, sendo que está aprovado", lamenta, sonhando em voltar para o Paraná.
“Eu só quero receber para dar um futuro melhor para a minha mulher. Se as coisas melhorarem eu quero voltar para meu lugar, pois sei que lá a gente se dá bem”, afirmou.
Hérlon Moraes e Gorete Santos (TV Cidade Verde)
redacao@cidadeverde.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.