Eventos

PROFESSOR APROVADO NO CONCURSO PÚBLICO DA PREFEITURA DE JUAZEIRO DO NORTE FAZ GREVE DE FOME

Desde a manhã deste sábado (13) Eduardo Lopes, professor de artes aprovado no concurso público da Prefeitura de Juazeiro do Norte, faz greve de fome em frente ao prédio da prefeitura. O professor cobra da atual gestão esclarecimentos sobre a lotação dos aprovados que ainda não foram convocados para ocupar seus respectivos cargos sob a justificativa de não haver ‘carência real’ para posse imediata. Eduardo foi aprovado em 28º lugar das 40 vagas lançadas para professor de artes, ele diz que permanecerá no local, sem comer, até obter explicações da administração municipal sobre o caso. Eduardo Lopes é graduado em música pela Universidade Estadual do Ceará e aguarda a convocação para assumir uma das 40 vagas lançadas para Professor de Artes na rede municipal de ensino em Juazeiro do Norte. “Estou esperando um pronunciamento de Glêdson para responder o que são as carências reais que ele fala, já que os cargos de artes foi colocado um professor quando na verdade o município conta com quase cem escolas.”, afirma o educador. O professor diz que continuará privado de alimentação até que administração municipal preste esclarecimentos sobre a efetivação de todos os aprovados no concurso. Ele ainda ressalta a situação de desempregado, e diz que segue como realizando atividades informais como motoboy para o sustento enquanto aguarda a efetivação como servidor. Convocações No último dia 5 de fevereiro, o prefeito Glêdson Bezerra (Podemos) anunciou a convocação de mais 500 profissionais aprovados no concurso da prefeitura, a cerimônia de posse está prevista para o dia 16 ainda deste mês. Entre os 500 novos concursados, devem estar todos os professores, médicos, técnicos em enfermagem, além profissionais de outras áreas para ocuparem o que o prefeito chamou de “carências reais” de vagas do município. Esta corresponde a terceira rodada de nomeação dos profissionais aprovados na seleção pública municipal, a primeira ocorreu no dia 23 de Janeiro de 2021 e a segunda no dia 28. Até então, foram empossados quase 400 novos servidores. Em comunicados anteriores a gestão afirmou que o chamamento será contínuo até que todos os aprovados sejam empossados em seus respectivos cargos. (Badalo) ___

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.