Eventos

V CONFERÊNCIA DE EDUCAÇÃO ABRE ANO LETIVO EM SIMÕES-PI

 V Seminário de Educação abre o ano letivo em Simões

“Reinventando a prática pedagógica. Caminhos para repensar novos espaços de aprendizagem”. Essa é a temática do V Seminário de Educação em Simões,  promovida pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação.

Iniciado na manhã desta terça-feira (17), o evento marca a abertura do ano letivo, onde tem como público alvo os diretores, coordenares e professores que atuam na Educação Básica da Rede Pública Municipal de Ensino.

O evento de educação acontece de forma virtual, em que foi disponibilizados para os professores nas escolas em que são lotados, uma estrutura para assistirem as palestras e toda a programação do seminário.

FONTE - PORTAL CIDADE NA NET

O seminário, visa estratégias de organização metodológica e espaços de formação continuada para os profissionais da Educação Municipal, com o objetivo é oportunizar a socialização de demandas, metas, contextos sociais e pedagógicos com foco no desenvolvimento do ano letivo e o direcionamento inicial das práticas educativas que serão mobilizadas em sala.

O Seminário foi aberto  pela secretária de Educação, íris Elaine, através de uma live realizada da sede da Secretaria. Ela deu as boas vindas aos professores, em seguida justificou a ausência do prefeito José  Wilson, o Zé Wlisses, quando, também, agradeceu aos profissionais de educação pelo trabalho realizado no ano de 2020, frisando sobre os desafios de educar em tempos de pandemia que ainda reflete e perdura no ano de 2021.

Para a secretária,  a luta é uma palavra forte que exemplifica a garra dos envolvidos no processo de educar que é movida pelo desejo de cada um em querer ver, cada vez mais, as crianças e adolescentes aprendendo e com qualidade. “Somos conhecedores da infinidade de virtudes que todos são dotados e enxergamos no professor grande referência para a vida, por isso queremos reafirmar nossa gratidão e parceria para seguirmos juntos e firmes, vencendo os desafios diários”, completou.

A gestora ainda elencou as conquistas da educação de Simões que muito se destacou no ano anterior. “No ano de 2020 recebemos o resultado do nosso Ideb de 2019,  onde superamos as metas alcançadas com a nota, nos Anos Iniciais de 6.8, ficando em 8º lugar a nível de Piauí, e a nota 5.1, nos Anos Finais, estando entre os 20 colocados, e alcançando o 1º lugar do Território do Vale do Itaim, nos Anos Iniciais e 2º lugar nos Anos Finais. Fomos ainda reconhecidos pelo Instituto Votorantim, através do PVE, com premiação a nível nacional, reconhecendo o engajamento do município para manutenção da aprendizagem dos alunos com atividades remotas no ano de 2020”, citou.

Íris ressaltou que a temática discutida na formação conduzirá ferramentas e aporte teórico que subsidiam conhecimentos para o novo ensino e visão de perceber que o professor é capaz de fazer absolutamente tudo e usar a tecnologia a seu favor,  para produzir melhor, sem atropelos, sem receios e sem preocupações e o seu fazer chegará de forma significativa até os seus alunos com qualidade, pois o sistema dará seguridade para ampliar essa aprendizagem.

“Aprenderemos  e construirmos juntos porque estaremos cada vez mais atribuídos no desejo de buscar e socializar novas aprendizagens, e é com esse coração aberto as inovações e vontade de acertar que tranquilizamos cada um. Agradecemos todos os esforços e estaremos sempre disponíveis no sentido de estarmos atentos a todas as necessidades, que com certeza teremos e enfrentaremos, mas faremos juntos e, é esse enfrentar juntos, que fará a diferença e nos dar a alegria do dever cumprido”, finalizou

Na ocasião, foi veiculado um vídeo com relatos da professora Edineide, da rede municipal de Simões, sobre experiências exitosas no ensino remoto no ano de 2020.

O evento segue até hoje (18), aos quais estão sendo trabalhados nesses dois dias diversas temáticas voltadas ao contexto atual.

Na terça, foram ministradas palestras com  a psicopedagoga, Marciane Morais, que abordou sobre o tema “Como planejar e executar atividades pedagógicas não presenciais, no ensino remoto\hibrido segundo a BNCC”. Além disso, foram trabalhados temas do projeto Borboletas sobre o contexto da educação hibrida, letramento digital, o processo avaliativo na contemporaneidade e a construção do currículo contínuo na ressignificação da aprendizagem, ambos os temas foram voltados para os Anos Finais e Iniciais.

Na quarta, foram trabalhados temáticas voltadas a Educação Infantil, com explanação sobre  “O encantar-se por ser professor: um novo tempo”, “Educação Infantil e o ensino hibrido: um conceito chave para a educação de hoje”, e “Educação remota:  as possibilidades de como fazer”, ambos os temas são abordados pela mestranda em educação, Maria de Loudes Rufino Leal.

Em entrevista, a secretária de Educação informou que o ano letivo iniciará no sistema remoto, devido ao aumento no números de casos da covid-19, mas há pretensão  de começar o sistema hibrido de ensino a partir do mês de abril, isso dependendo de como esteja a situação da pandemia no município.

Ela explicou ainda que foram implementadas várias mudanças para o ano letivo de 2021. “Umas dessas mudanças, é que todas as escolas da sede na rede municipal, vão trabalhar a educação em tempo integral com nossos alunos, tendo em vista, que baseado em experiências, essa educação integral dá certo, tem mais produtividade e rendimento”, disse.

A gestora citou outras melhorias implementadas, como  o programa de reforço, com o Saber Mais e Mais Educação, monitores para as escolas de tempo integral e também será trabalhado o ano letivo com uma nova plataforma.

A secretária, se mostrou confiante em relação ao ano letivo. “Sabemos o quanto é difícil esse ensino remoto, nos enfrentamos e superamos muitos obstáculos ano passado, e esse ano não será diferente, mas temos uma equipe na Secretaria competente, professores engajados e tem que responsabilidade com o ensino de nossos alunos, então acredito que vai dar tudo certo, que teremos sim um ano de desafios, mas também de bons resultados”, concluiu.

A Rede Municipal de Ensino, que tem matriculado em torno de 2. 800 alunos, nas 10 escolas situadas em zona urbana e rural,  iniciará as aulas remotas no dia 22 de fevereiro.

 

Veja fotos:

2

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.