BANCÁRIOS DO PIAUÍ FAZEM PROTESTO APÓS SURTO DE COVID NAS AGÊNCIAS

 

Trabalhadores do Banco do Brasil no Piauí retardaram por 2 horas o início das atividades nas agências nessa quinta-feira (27/01), em protesto contra as alterações feitas pelo governo federal e seguidas pelo BB que relaxou as medidas contra o coronavírus. 

O Sindicato dos Bancários do Piauí (SEEBF/PI) afirma que tem recebido diariamente denúncias acerca de bancários e bancárias que estão testando positivo para o novo coronavírus e os bancos não estão fechando para sanitizar, colocando em risco a vida dos demais bancários e clientes do banco. 

Antigamente, quando se descobrir alguém contaminado, a agência era fechada para sanitização. Agora, com essa nova portaria do Governo Federal, isso não acontece mais. Temos esperança de poder fazer uma reunião com o pessoal do banco para alterar isso", criticou o diretor do SEEBF/PI, Arimatea Passos.

Continua depois da publicidade

A nova portaria, assinada em conjunto com o Ministério do Trabalho e Previdência, diz q

A nova portaria, assinada em conjunto com o Ministério do Trabalho e Previdência, diz que o período de afastamento do funcionário infectado pode ser reduzido para sete dias, caso apresente resultado negativo em teste por método molecular (RT-PCR ou RT-LAMP) ou teste de antígeno a partir do quinto dia após o contato. 

A redução para sete dias também vale para os casos suspeitos desde que o trabalhador esteja sem apresentar febre há 24 horas, sem tomar remédios antitérmicos e com a melhora dos sintomas respiratórios. 

Fonte: SEEBF/PI

 

 

 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.