Eventos

FMS CONFIRMA QUATRO MORTES E 62 CASOS POR H1N1 EM TERESINA

Não há doses da vacina contra gripe no estoque da Capital. A Fundação aguarda retorno do Ministério da Saúde e da Sesapi para confirmar se há lotes residuais da vacina.
A Fundação Municipal de Saúde confirmou, na manhã desta terça-feira (22) quatro óbitos ocasionados pela Influenza H1N1, em Teresina. Há ainda 62 casos confirmados de infecção pelo vírus.
A primeira morte confirmada de H1N1 foi a do motorista de iniciais F.L.S, que se recusou a ser internado quando na primeira visita à unidade de saúde, mas retornou em estado gravíssimo. O segundo óbito registrado foi de uma vítima de 50 anos, que era diabética, cardiopata e pneumopata.

O terceiro caso foi de uma mulher de 38 anos, fumante e com asma, que foi transferida em estado grave do hospital do Monte Castelo para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Por fim, a última morte verificada foi a de um adolescente de 13 anos, que deu entrada no hospital do Satélite e foi encaminhado para o Instituto de Doença Tropicais Natan Portela, onde foi a óbito.
A FMS também informou que não há doses da vacina contra a gripe disponíveis na capital, apenas as cinco mil doses destinadas para a aplicação da segunda dose da vacina para crianças de seis meses a um ano de idade.
 “A primeira vacinação contra a gripe, em crianças de seis meses, deve ser dada em duas doses, com intervalo de 30 dias. Depois disso a dose anual passa a ser única”, esclarece a Fundação, citando inclusive que aguarda resposta do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde do Piauí (Sesapi), para confirmar se haverá ou não mais um lote residual.
Os dados sobre a aplicação da vacina estão sendo colhidos para que sejam encaminhados ao Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações. Em um boletim publicado nessa segunda-feira (21), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou que 49,13% da população alvo da campanha já foi imunizada, o que corresponde a cerca de 340 mil pessoas em todo o Piauí.
Fonte - portal viagora

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.