Eventos

BOLSONARO SOBRE VAZAMENTO DE ÓLEO: "O PIOR AINDA ESTÁ POR VIR"


"O que chegou de óleo agora e o que foi recolhido é uma pequena quantidade do que foi derramado", disse em entrevista à Record.   Foto: Isac Nóbrega/PR

Em entrevista à TV Record, exibida neste domingo (04/11), o presidente Jair Bolsonaro alertou que a situação na costa brasileira, por conta do derramamento de óleo que atingiu praias do Nordeste, pode piorar ainda mais.
As investigações, ele conta, apontam que o material que chegou às praias é apenas uma pequena quantidade do que teria vazado do navio grego, apontado como suspeito de derramamento do petróleo.

"O que chegou de óleo agora e o que foi recolhido é uma pequena quantidade do que foi derramado. E o pior ainda está por vir. Não sei se na costa do Brasil, até porque, como é um petróleo que tem mais densidade que a água salgada, ele vem por baixo e não por cima. Pode ser que tenha chegado até aqui e tenha voltado para a costa africana, mas temos um prenúncio de uma catástrofe muito maior que pode ocorrer por causa deste vazamento", disse Bolsonaro.
Na semana passada a Polícia Federal deflagrou a Operação Mácula, que apontou o navio Bouboulina, da empresa Delta Tankers, como suspeito de derramamento do óleo. 
A embarcação tem capacidade para transportar até 178 milhões de litros de óleo, e foi encontrada, por meio de imagens de satélite, navegando nas áreas das manchas de petróleo cru.

 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.