Eventos

PREFEITO E VICE, IRMÃOS SÃO ROMPIDOS NO PIAUÍ


ESTOPIM PARA O AFASTAMENTO POLÍTICO ENTRE OS DOIS FOI A ELEIÇÃO QUE DEFINIU O PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES DO MUNICÍPIO
FONTE - PORTAL POLÍTICA DINÂMICA.
 O vice Lucídio (de azul) e o prefeito Marcos Henrique (Foto: Reprodução/Internet)
O município de Morro do Chapéu do Piauí, na região Norte do estado, protagoniza uma situação bem peculiar na política. O prefeito Marcos Henrique (PSD) e o vice-prefeito Lucídio Rebelo (MDB) são irmãos, mas estão rompidos politicamente desde o começo do mandato.

As rusgas começaram ainda na pré-campanha, quando cada um queria ser candidato a prefeito. Diante do impasse, a família interviu para que um aceitasse ser vice do outro, o que acabou acontecendo. No entanto, depois de eleitos, o estopim para o afastamento político foi a eleição que definiu o presidente da Câmara Municipal em 1º janeiro de 2017.

O grupo dos irmãos havia feito maioria na Câmara, com cinco dos nove vereadores. Dos cinco, três eram ligados ao prefeito Marcos Henrique e dois ao vice Lucídio Rebelo. Na hora da escolha do nome para disputar a presidência, eles não se entenderam e Lucídio decidiu apoiar, junto com seus dois vereadores, um candidato da oposição, que acabou sendo eleito.
Desde então, os dois irmãos seguem rompidos. O vice-prefeito faz oposição ferrenha à gestão de Marcos Henrique e articula o grupo para lançar um nome e tentar derrotar o irmão em 2020. Embora seja vice e principal líder da oposição, Lucídio está impedido de disputar a prefeitura por conta de ser irmão do prefeito. A alternativa é lançar um aliado contra ele.
Se Marcos Henrique for reeleito, Lucídio também não poderá ser candidato a prefeito em 2024. Morro do Chapéu fica na região de Esperantina e está distante 192 km de Teresina.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.