Eventos

APESAR DE DECRETO BOLSONARO, GOVERNADOR MANTÉM ACADEMIAS E SALÕES DE BELEZA FECHADOS.


FONTE – PORTAL  PARLAMENTO PIAUÍ

A posição do Governo do Estado é baseada na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Wellington Dias (PT) afirmou que serviços de academia e salões de beleza não entrarão na lista de serviços essenciais no Estado do Piauí Foto: CCom
Na última segunda feira (11) o presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido) baixou um decreto incluindo academias de ginástica, salões de beleza e barbearias como serviços essenciais, o governador Wellington Dias declarou que nada muda no Piauí. A posição do Governo do Estado é baseada na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que concede aos prefeitos e governadores a autonomia para determinar a intensidade e como farão o isolamento social nas regiões.
De acordo com o governador Wellington Dias, “no Piauí, preservar vidas está em primeiro lugar. Vamos continuar seguindo as medidas adotadas até o momento que são baseadas na ciência e que dão conta que distanciamento social é a melhor alternativa para o que estamos vivendo agora. Temos que seguir com essas medidas”.
Logo após o anúncio da mudança a nível federal, Wellington Dias utilizou as suas redes sociais para informar para a população piauiense que as alterações não implicariam em nenhuma mudança no Estado do Piauí.
“Sobre o decreto do presidente Bolsonaro, considerando academias, salões de beleza e barbearias como serviços essenciais, destaco que, aqui no Piauí, seguiremos com nossos decretos estaduais. Estes serviços permanecem fechados. O STF decidiu que estados e municípios têm autonomia para regulamentar as medidas de isolamento”, afirmou o gestor.
O chefe do Executivo piauiense chamou atenção que no Brasil já são 11 mil vidas que foram perdidas para o coronavírus. “E nós não queremos que mais piauienses estejam aumentando substancialmente esses números, pois não são apenas números, são vidas, pais, mães, filhos, amigos, são seres humanos que integram a nossa sociedade. Sabemos que quanto mais pessoas nas ruas, maior a probabilidade de contágio”, declarou Wellington.


 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.