Eventos

PT FICA SEM PREFEITO ELEITO EM CAPITAIS PELA PRIMEIRA VEZ


A derrota já tinha sido sentida no primeiro turno, sem ter conseguido eleger nenhum candidato nas grandes cidades.

(crédito: Camara de vereadores/divulgação)

Com a derrota de Marília Arraes, no Recife, e João Coser, em Vitória, o Partido dos Trabalhadores (PT) tem o pior resultado nas eleições municipais desde sua fundação e pela primeira vez não elege nenhum prefeito em capitais. A derrota já tinha sido sentida no primeiro turno, sem ter conseguido eleger nenhum candidato nas grandes cidades. E os dois representantes da legenda que seguiram para o segundo turno figuraram em segundo lugar nas intenções de votos dos eleitores

 

As expectativas do PT estavam na eleição de Marília Arraes, no Recife, que chegou a liderar as pesquisas do segundo turno, mas perdeu a liderança na última semana, chegando a atingir um empate técnico contra o candidato João Campos, do Partido Socialista Brasileiro. Ele foi eleito com 56,27% dos votos, frente aos 43,73% da petista. Em Vitória, o candidato João Cose computou 41,50% dos votos, derrotado pelo Delegado Pazolini (Republicanos), que teve 58,5% dos votos.

Os resultados das urnas deste domingo (29/11) confirmaram a queda do protagonismo do PT nas eleições majoritárias dos municípios brasileiros, um movimento que já vem se desenhando desde 2016. Há quatro anos, o país assistia o impeachment que afastou a então presidente Dilma Rousseff (PT) do poder Executivo, acusada de cometer crime de responsabilidade e com o governo abalado pelas investigações da Operação Lava-Jato.

Naquele ano, o partido que contava com quatro representantes nas prefeituras das capitais brasileiras só conseguiu renovar os mandatos em apenas uma capital, o que representou uma diferença de 75% em relação ao número anterior.

FONTE - CORREIO BRAZILIENSE


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.