Eventos

PACIENTE É INTERNADO COM SUSPEITA DE RAIVA HUMANA APÓS MORDIDA DE CÃO

 Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com

Um paciente está internado no Instituto De Doenças Tropicais Natan Portela, em Teresina, suspeito de estar infectado pelo vírus da raiva após ser mordido por um cão. Paulo Marques, gerente de zoonoses da Fundação Municipal de Saúde, explica que o caso ainda não foi confirmado e há um monitoramento para tentar localizar o animal que, supostamente, transmitiu a doença. 

"O caso não foi confirmado na pessoa e isso está a cargo do hospital. Nós fomos em busca do cão, mas não o localizamos. Estamos monitorando a área e acompanhando o caso. Esse cão é um animal de rua. Se a doença for confirmada em humano, vamos fazer um bloqueio que é vacinar todos os cães em um raio de 5 km de onde ocorreu o caso", explica Marques.

Ele explica que ainda é preciso aguardar o resultado dos exames no paciente para confirmar se o caso é de raiva humana, uma vez que a sintomatologia aponta também para outras doenças. 

"Foi coletado o material para ir para São Paulo. Um exame realizado aqui em Teresina deu negativo, só que em São Paulo é mais especializado para que possamos ter respostas mais apuradas", explica Paulo Marques. 

Anualmente, a prefeitura de Teresina realiza campanha de vacinação em cães e gatos contra a raiva. O último caso de raiva em ser humano em Teresina foi em 1986. Já o último registro de raiva canina foi em 2011 em um cão proveniente do interior do Estado, cujo proprietário é residente de Teresina.

O ataque de um cão, nem sempre indica que ele possa estar infectado pelo vírus da raiva. Veterinários explicam que é preciso observar outros sintomas antes e afirmar que o pet tem a doença (saiba mais).

 Graciane Sousa

gracianesousa@cidadeverde.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.